Veja um Alimento para Aumentar a Energia Deles

Incorporar alguns alimentos à sua dieta pode diminuir o cansaço e aumentar a energia na rotina do seu dia a dia

Seja estudando para provas finais ou lutando para fazer seu trabalho até o prazo estipulado, às vezes nossa rotina é exaustiva. Para muitos isso significaria xícaras e mais xícaras de café, talvez um pouco de guaraná e tapas periódicos no rosto para dar uma acordada. O problema desses estimulantes (e da agressão física imposta a si próprio) é seu caráter temporário. Os estimulantes vão fornecer uma energia rápida e satisfatória no momento, mas, após um tempinho, seu corpo se sentirá três vezes mais cansado do que originalmente estava. Os exemplos abaixo são de alimentos que gastam pouca energia no processo de digestão ou que auxiliam na produção de energia.

??????????????????????

Água

Beber água em geral é importante para a saúde de todos. Um estudo de 2012 informou que mulheres que estavam medianamente hidratadas reportaram se sentir mais fatigadas. Mas por que a água é tão importante assim para nossa saúde? A água ajuda a transportar nutrientes que usamos para obtenção de energia para suas células e, sem ela, não podemos metabolizar comida nem energia. A quantidade de água recomendada para consumo diário é de 2 litros, sendo que grande parte desse valor pode ser obtido através da comida que você ingere. A melancia, por exemplo, é um alimento repleto de líquido e muito saboroso.

Beba pelo menos um grande copo de água assim que acordar para que seu corpo não comece o dia desidratado e fatigado.

Frutas

O açúcar natural encontrado em frutas é ótimo para dar uma acordada quando você está “pescando”, além de manter o açúcar do sangue estável; sem contar que frutas, de maneira geral, são repletas de fibras.

Faça um smoothie de café da manhã com frutas e iogurte, pois ele ajuda a regular a liberação de energia. Caso não tenha tempo ou usar o liquidificador de manhã seja demais para seu “eu” que acabou de acordar, alimente-se de frutas mais práticas de consumir, como bananas ou maçãs.

Ricas em potássio e vitaminas B, bananas mantêm o nível de glicose estável e ajudam a desacelerar a digestão (processo que requer muita energia do corpo).

Óleos encontrados nos cocos possuem triglicerídeos de cadeia média, tipo de gordura que é rapidamente transformada em energia. Ou seja, são ótimos para prevenir que você se sinta sonolento com o passar do dia.

Nozes

Castanhas-de-caju, amêndoas e avelãs possuem bastante magnésio, que tem função importante na conversão do açúcar em energia. São excelentes fontes de proteína, fibra e nutrientes. Mantenha um saquinho com nozes ao seu lado durante a rotina do dia a dia e se veja energizado pelo resto do dia.

Chocolate

O favorito de todos. É óbvio o alívio que todos sentem quando o chocolate está em listas como essa. E vocês vão gostar dessa: comer um pedacinho como sobremesa depois do almoço é bom para você! É porque o chocolate contém um estimulante natural chamado teobromina (similar à cafeína) que dá mais energia e melhora seu humor.

Chocolate amargo também é rico em flavonoides, que fazem bem à saúde do coração. Quanto mais saudável seu coração, mais oxigênio será transportado pelo corpo, o que significa maiores níveis de energia.

E agora bateu aquela vontade de comer um chocolate, né? Por razões puramente científicas, claro!

Para saber mais sobre o cacau e seus benefícios, clique aqui.

Integrais

Carboidratos fornecem 60% da energia necessária para fazer seu corpo funcionar e cereais integrais estão repletos de carboidratos complexos, que são cheios de vitaminas e minerais.

Comer pão integral pode prevenir um aumento na glicose sanguínea depois da sua refeição. De acordo com o Journal of Nutrition and Metabolism, isso significa menos quedas de energia do que quando você come outros carboidratos ou comidas processadas.

Alimentos saudáveis, como aveia e pão integral (apesar de que muitos não são tão integrais quanto as embalagens afirmam), demoram mais para digerir e fornecem uma energia contínua. Carboidratos processados, como o pão branco, fornecem um impulso de energia que vai embora tão rápido quanto chegou.

Queridinha dos integrais, a quinoa é fonte de fibra, vitaminas B, proteína e carboidratos complexos. Seus grãos nutritivos lhe darão a sensação de estar satisfeito e energizado até sua próxima refeição.

Iogurte

Se for comer carboidratos, adicione proteínas. Quando carboidratos e proteínas estão juntos, o processo digestivo desacelera. Iogurte grego tem mais proteína que o iogurte natural (no entanto, é mais calórico e possui mais açúcar, por isso deve-se consumi-lo em pequenas quantidades).

Iogurtes de todos os tipos possuem probióticos que ajudam a fortalecer seu sistema imunológico e aumentar seus níveis de energia.

Uma dica: misture seu iogurte com cereal para dar energia e se sentir satisfeito por mais tempo.

Peixes e mariscos

Apesar de ser um dos alimentos que fazem mal ao meio ambiente, o salmão faz muito bem à saúde. Com pouca gordura, ele possui proteína e ômega 3, necessários para manter a saúde do coração (lembra quando falamos lá em cima que um coração saudável transporta mais oxigênio pelo corpo e resulta em maiores níveis de energia?), atividade cerebral e circulação.

Outros alimentos do mar, como moluscos e ostras, são ricos em ferro e também ajudam a transportar oxigênio pelo corpo.

Pipoca

Não, infelizmente pipoca de cinema não conta, já que essa é repleta de sal, óleo e calorias. Assim como a pipoca de micro-ondas, que possui compostos prejudiciais à saúde. Porém, a pipoca de panela feita em casa (sem muita gordura e de preferência com milho não transgênico – o que é muito difícil de achar) é repleta de fibra e auxilia a diminuir o trabalho na digestão.

Ovos

Os ovos são controversos em relação a dietas. Aumenta ou diminui o colesterol? Qual é a diferença entre ovo de granja e ovo orgânico? E por aí vai.

Nesse caso, os ovos possuem muito ferro e proteína capazes de fornecer energia durante o dia todo, além de possuírem colina, um tipo de vitamina B necessária para funções cerebrais e produção de energia.

Chá de gengibre

Esqueça o café e beba um chá. Chá de gengibre está repleto de anti-oxidantes e nutrientes que são capazes de fornecer uma energiazinha extra no fim da tarde. Muitos não apreciam tanto o gosto do chá de gengibre; tente adocicá-lo com mel, que além de ter muitos benefícios para saúde, não faz tão mal quanto açúcar refinado.

Para saber mais sobre os benefícios do gengibre para saúde, clique aqui.

Vegetais de folhas grandes e escuras

A couve é um superalimento. Repleto de vitaminas e minerais, ela é uma grande fonte de cálcio e energia.

Quando for escolher um vegetal, escolha um que é rico em cores, pois estes são ricos em nutrientes. Vegetais folhosos escuros como acelga e espinafre são ricos em vitaminas A e C, cálcio, ferro, fibra e proteína. Além de serem fáceis de preparar, eles possuem muitos dos nutrientes que mais dão energia.

Goji Berry

Considerada uma das frutas que mais beneficiam a saúde, as goji berries têm sido usadas para aumentar energia e liberação de hormônios há milhares de anos na medicina chinesa. Elas aumentam a habilidade do corpo de suportar o estresse e auxiliam em humor, mente e memória mais saudáveis, enquanto dão a energia que você precisa.

É difícil mudar sua dieta? Existem outras maneiras de dar aquele impulso energético em você. Confira algumas dicas abaixo:

Caminhe

Pode parecer estranho gastar energia para se sentir mais energizado, mas é o oposto. Especialistas afirmam que aumentar atividade física, principalmente com caminhadas, aumentam a energia. E o melhor de tudo é que para caminhar não é necessário treinamento prévio, equipamento ou dinheiro.

Ouça música

Música estimula quase todas as regiões do cérebro, segundo o autor do livro This is Your Brain on Music, Daniel Levitin. Para o Ph.D, a música como som de fundo funciona para combater a monotonia, aumentando concentração e foco.

Dê uma cochilada

Pesquisas mostram que tanto a sobrecarga de informação quanto o esforço excessivo do cérebro podem gastar energia demais. Estudos feitos pelo Instituto Nacional de Saúde Mental americano mostraram que uma boa cochilada, de 60 minutos, pode não só reverter os efeitos da sobrecarga de informação, mas também ajudar a manter a informação aprendida.

Tome seu café da manhã

O café da manhã dá o tom para o resto do seu dia. Estudos mostram que se alimentar de manhã mantém a pessoa alerta, satisfeita e inicia o metabolismo para o dia. Também é importante notar que pular qualquer refeição pode levar a uma sensação geral de fadiga pelo resto do dia.